Arrecadação de fundos para caridade de jogos sai da Flórida, citando lei ‘Não Diga Gay’ e segurança de covid

0


Uma arrecadação de fundos para a caridade de videogame anunciou quinta-feira que não realizaria seu próximo evento na Flórida devido a uma lei estadual que limita a instrução em sala de aula sobre orientação sexual e identidade de gênero, citando também um “desrespeito” pela segurança de Covid no estado.

Em uma declaração publicada em seu site, a Games Done Quick, também conhecida como “GDQ”, disse que o ato de Direitos Parentais na Educação da Flórida, coloquialmente conhecido como “Não Diga Gay”, é parte de uma “maior agressão” dirigida às pessoas LGBTQ pelo Estado. A GDQ não especificou a cidade na Flórida ou o local que havia sido o destino originalmente planejado para o evento.

“Embora adoraríamos retornar pessoalmente, determinamos que, a fim de proporcionar um evento seguro e acolhedor a todos, era melhor nos afastarmos de nossa localização originalmente planejada na Flórida”, dizia o comunicado.

Além disso, a GDQ disse que as leis estaduais que não exigem que os participantes ou funcionários do evento sejam vacinados contra a Covid, juntamente com atitudes anti-LGBTQ, levaram os organizadores a dizer que “não acreditam que seja um lugar seguro para nossa comunidade no momento”. A GDQ destacou jogadores LGBTQ durante eventos passados.

A NBC News entrou em contato com a GDQ para mais comentários sobre a decisão de se retirar da Flórida.

O próximo evento da GDQ está marcado para os dias 8 e 15 de janeiro e será realizado virtualmente, de acordo com o comunicado.

Durante os eventos da GDQ, os participantes selecionados “correm em velocidade” jogos de vídeo, que é quando um jogador completa um jogo o mais rápido possível, às vezes usando rotas pré-planejadas ou falhas para terminar níveis e seções mais rápido do que os desenvolvedores do jogo provavelmente pretendiam. A GDQ transmite o programa ao vivo dia e noite, sem pausas, durante sua execução.

A organização realiza dois eventos principais a cada ano: Jogos Incríveis Feitos Rápido, que é realizado no inverno e beneficia a Fundação Prevenir o Câncer, e os Jogos de Verão Feito Rápido, que beneficiam o Médecins Sans Frontières. A GDQ também realiza um evento para mulheres, chamado Frame Fatales, que beneficia o Fundo Malala.

Desde seu primeiro evento em 2010, a GDQ arrecadou mais de US$ 34 milhões para várias instituições de caridade.

A Lei dos Direitos Parentais na Educação da Flórida foi assinada pelo Governador Ron DeSantis em março. A lei proíbe a “discussão em sala de aula sobre orientação sexual ou identidade de gênero” nas escolas públicas do estado, desde o jardim de infância até a terceira série. Aqueles que apoiaram a aprovação da lei disseram que isso não impediria os alunos de falar sobre suas famílias LGBTQ ou proibir discussões em sala de aula sobre história LGBTQ, mas proibiria a “instrução” de orientação sexual ou identidade de gênero. Os opositores da lei, no entanto, dizem que ela coloca um alvo na juventude LGBTQ no estado e está “fingindo resolver um problema que não existe”.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.