Assistente Alexa, da Amazon, vai começar a fazer perguntas aos usuários

Assistente Alexa, da Amazon, vai começar a fazer perguntas aos usuários

A assistente virtual Amazon Alexa vai ficar mais inteligente nos prximos meses. o que promete a multinacional de tecnologia. Com os novos recursos que dever receber, o dispositivo poder pedir esclarecimentos a respeito de algumas solicitaes no compreendidas. Ao requerer, por exemplo, que as luzes fiquem no “modo de leitura”, se ouvir educadamente o que isso significa.

O usurio poder ento especificar que deseja que as luzes tenham uma intensidade de 30%, 40%, 50%. A partir desta orientao, Alexa “aprender” essa preferncia, armazenar a informao e a usar como referncia para atender ao mesmo pedido num futuro. Pode parecer pouco, mas descobrir quando buscar esclarecimentos requer uma inteligncia artificial considervel, e um passo para que as mquinas aprendam com os humanos instantaneamente.

Reprodu

Rohit Prasad, cientista-chefe da equipe Alexa Artificial Intelligence e a mente por trs da assistente virtual, disse tambm que o dispositivo ganhar voz mais natural. Crdito: Linkedin/Reproduo

Uma voz mais humana

O professor do Massachusetts Institute Tecnology (MIT), Roger Levy, especializado em Inteligncia Artificial e lingustica, diz que saber quando e quais perguntas fazer ser crucial para sistemas de IA mais avanados. “A capacidade de esclarecimento ser uma propriedade fundamental de qualquer bom agente artificial de conversao”, explica. No entanto, Levy destaca que fazer isso parecer natural pode ser um ato de equilbrio complicado. “Voc vai deixar os usurios loucos se pedir esclarecimentos demais”, afirma.

Por enquanto, a assistente de voz da Amazon buscar apenas esclarecer comandos relacionados a dispositivos domsticos inteligentes conectados, como termostatos e luzes. Mas o indiano Rohit Prasad, cientista-chefe da equipe Alexa Artificial Intelligence, que revelou a novidade em um evento transmitido ao vivo na quinta-feira (24), diz que a empresa quer expandir esse tipo de aprendizado para todas as tarefas da assistente.

Prasad tambm anunciou outros recursos, inclusive uma inflexo de voz mais natural. Ele disse que a equipe que lidera tambm est trabalhando em uma maneira de a assistente poder entrar em uma conversa, ou interromp-la se parecer apropriado, com base na linguagem e no tom de voz, bem como nas dicas visuais dos dispositivos Alexa equipados com cmeras. Esse recurso ser introduzido em 2021, e os usurios optaro por isso, pedindo a Alexa para “entrar na minha conversa”.

Reprodu

A Amazon, que concorre com Google e Apple para dominar a tecnologia de computao de voz, agora encara o desafiode fazer a assistente Alexa aprender com o usurio. Crdito: Olhar Digital

Como difcil perguntar

Embora o ato de questionar seja natural do ser humano, ainda uma ao muito complexa para as inteligncias artificiais. A primeira ao decodificar que um comando desconhecido pode ser vivel com mais informaes. Depois disso, preciso decidir o que perguntar e seguir em frente. Ser necessrio enviar um enunciado por meio de uma cadeia de vrios algoritmos de linguagem. Um algoritmo determina que uma pergunta no clara, mas pode ser respondida; outro extrai conceitos que precisam de algum esclarecimento; um terceiro trabalha as aes possveis para o comando ambguo.

Deixar Alexa aprender na hora um pequeno passo para resolver um problema fundamental de inteligncia artificial. Mesmo os algoritmos mais inteligentes geralmente so treinados em um tesouro fixo de dados, o que significa que, ao contrrio de uma pessoa, eles no podem eliminar a ambiguidade ou incorporar novas informaes. Hoje, se Alexa no souber o que voc quer dizer, ela oferecer o equivalente robtico de um encolher de ombros: “Desculpe, no entendo isso” ou “Voc quis dizer…?”

Alguns especialistas em IA acreditam que conversar com as mquinas a nica maneira de torn-las mais inteligentes. David Ferrucci, um pesquisador de IA que liderou o desenvolvimento do computador Watson da IBM, acredita que ter Alexa fazendo perguntas simples sobre tarefas bem definidas deve funcionar bem. Mas Ferrucci, adverte que a complexidade e a ambiguidade da linguagem podem dificultar as coisas rapidamente. Alm disso, se os assistentes de voz fizerem as perguntas erradas, eles se tornaro mais irritantes do que nunca. “Se voc mandar mal nisso, as pessoas no vo te querer por perto”, adverte Ferrucci.

Fonte: Wired


Amazon Inteligncia Artificial alexa assistente pessoal .amazon amazon echo show assistente virtual inteligncia assistente digital

GarotoProdigio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *