Cientistas criam modelo de língua humana em impressora 3D

Cientistas criam modelo de língua humana em impressora 3D

Pesquisadores da Universidade de Leedsem colaborao com a Universidade de Edimburgo, ambas no Reino Unido, imprimiram em 3D o que eles chamam de “a primeira superfcie biomimtica da lngua”. O estudo sobre a impresso foi publicado no ACS Applied Materials & Interfaces.

O modelo sinttico imita uma variedade de qualidades da lngua humana, desde a topologia e elasticidade exatas at a “molhabilidade”. Essas qualidades determinam como a saliva interage com a lngua, determinando o paladar, a capacidade de engolir, a fala e outros fatores. Ao desenvolver uma superfcie artificial, os pesquisadores esperam obter insights sobre como a lngua afeta a maneira como comemos e falamos.

Leeds University/Reprodu

Imagem tica 3D ampliada da superfcie da lngua humana. Imagem: Leeds University/Reproduo

Criao do modelo 3D biomimtico

Para criar a superfcie da lngua biomimtica, a equipe tirou impresses de silicone da lngua de 15 adultos saudveis pela manh, pelo menos duas horas desde que comeram e beberam. Ento escanearam esses negativos para mapear os detalhes. Por fim, imprimiram o modelo em 3D usando uma tecnologia de processamento digital de luz.

Anwesha Sarkar/Reprodu

Impresses de silicone da lngua humana que foram coletadas de indivduos saudveis. Imagem: Anwesha Sarkar/Reproduo

O coautor do estudo e pesquisador da Universidade de Leeds, Michael Bryant, argumentou que a criao de um modelo biomimtico “com estrutura e propriedades mecnicas semelhantes superfcie de uma lngua humana real agilizar a pesquisa e o desenvolvimento de cuidados bucais, de produtos alimentcios e tecnologias teraputicas”.

A natureza complexa da superfcie biolgica da lngua tem colocado desafios na replicao artificial, adicionando grandes obstculos ao desenvolvimento e triagem de tratamentos ou terapias eficazes de longa durao para problemas, como a boca seca, problema causado pela falta de lubrificao bucal.

Por isso, o foco da criao do modelo foi a ateno na seo dorsal anterior da lngua onde algumas papilas contm receptores de paladar.

“Ambos os tipos de papilas desempenham um papel fundamental no fornecimento do atrito mecnico certo para auxiliar o processamento alimentar na boca com a quantidade adequada de saliva, proporcionando uma percepo prazerosa de sensao bucal e lubrificao adequada para engolir”, declarou Efren Andablo-Reyes, que conduziu esta pesquisa enquanto era ps-doutorando na Universidade de Leeds.

Modelo no faz teste de sabor

A equipe realizou uma srie de experimentos usando diferentes fluidos complexos para garantir que a capacidade da superfcie impressa e o desempenho de lubrificao fosse o mesmo da lngua humana. Entretanto, infelizmente, a lngua artificial no pode sentir o gosto de nada.

“Recriar a superfcie de uma lngua humana comum apresenta desafios arquitetnicos nicos. Centenas de pequenas estruturas semelhantes a botes chamadas papilas gustativas do lngua sua textura spera caracterstica que, em combinao com a natureza macia do tecido, cria uma paisagem complicada de uma perspectiva mecnica”, disse Andablo-Reyes.Leeds University/Reprodu

Lngua biomimtica com o novo polmero usado pela equipe. O polmero mais macio uma melhor abordagem do tecido biolgico.Imagem: Universidade de Leeds/Reproduo

A pesquisadora principal do estudo, Anwesha Sarkar, que tambm professora na Universidade de Leeds, comentou que “essa superfcie biomimtica da lngua tambm pode servir como uma ferramenta mecnica nica para ajudar a detectar falsificaes em alimentos e bebidas de alto valor com base em atributos texturais, o que uma preocupao global e pode ajudar a garantir a segurana alimentar”.

De fato, desde o incio da pandemia Covid-19, o distanciamento social tem colocado desafios significativos para a realizao desses testes sensoriais e de consumo. Uma lngua biomimtica ser imensamente til para aumentar a produtividade do desenvolvimento e reduzir a dependncia dos fabricantes em testes em humanos nos estgios iniciais.

Fonte: Futurism

GarotoProdigio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *