O fim dos boletos? Banco Central anuncia o PIX Cobrança

O fim dos boletos? Banco Central anuncia o PIX Cobrança

O Banco Central aprovou na ltima quinta-feira (29) duas novas funcionalidades para oPix, sistema de pagamento instantneo. As novidades incluem um mtodo de cobrana e uma API que promete integrar os sistemas do servio para padronizar o recebimento de valores.

Batizado de Pix Cobrana, um dos recursos permite que lojistas, fornecedores e prestadores de servio gerem QR Codes para receber valores. Com isso, possvel definir data limite para que o valor seja pago, descontos e multas. A funcionalidade se assemelha ao que visto hoje com o pagamento de boletos bancrios.

As empresas que planejam adotar o Pixtambm devem implementar uma interface de programao de aplicaes, chamada API Pix, fornecida pelo Banco Central. Isso significa que os empreendedores tero disposio uma ferramenta que pode ajudar no processo de escolher onde manter sua conta.

Alm disso, o recurso fornece diversas funcionalidades para gesto do negcio e utilizao da soluo de pagamentos, como criao e gesto de cobranas, verificao de liquidao e suporte aos processos de devoluo.

Em um exemplo, o Banco Central indica que, caso um empresrio queira mudar de conta e no utiliza a API fornecida, ser necessrio reconfigurar todos os seus sistemas para APIs diferentes. Com a adoo do API Pix, esse processo seria facilitado.

Regras para recebimento

Reprodu

Banco Central definiu algumas regras para o recebimento de valores usando o Pix. Foto: Brenda Rocha/ Shutterstock

O Pixser totalmente gratuito para pessoas fsicas. Essa condio se mantm desde que suas aplicaes no sejam para fins comerciais. Para assegurar isso, o Banco Central definiu algumas regras para os utilizadores.

Pessoas fsicas podem receber at 30 pagamentos do tipo por ms. Caso esse nmero seja maior, cabe a cada instituio financeira cobrar tarifas sobre as transaes. Alm disso, vale lembrar que recebimentos por meio da funcionalidade de QR Code dinmico pode configurar uso comercial, o que tambm pode gerar cobranas.

Fonte: Banco Central do Brasil


Brasil pagamentos digitais banco central pagamentos instantneos pix

GarotoProdigio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *