Receita da Xiaomi Q2 cai 20% com restrições à Covid-19 atingindo vendas na China

0


A fabricante chinesa de smartphones Xiaomi Corp registrou uma queda acentuada na receita do segundo trimestre na sexta-feira, quando o maior mercado de smartphones do mundo encolheu, atingido por rígidas restrições à Covid.

As vendas caíram 20% em relação ao ano anterior, para 70,17 bilhões de yuans, abaixo das estimativas e marcando uma queda mais acentuada em relação ao trimestre anterior, quando a empresa registrou sua primeira queda na receita desde a listagem.

O lucro líquido caiu 67%, para 2,08 bilhões de yuans, abaixo das estimativas dos analistas.

O consumo do consumidor da China tem lutado para se recuperar do impacto dos bloqueios em Xangai e outras cidades no primeiro semestre do ano.

Os dados desta semana mostraram que a economia da China desacelerou inesperadamente em julho, sinalizando que a segunda maior economia do mundo está lutando para se livrar do impacto do crescimento do trimestre de junho devido às rígidas restrições da Covid e desencadeou um corte nas taxas do banco central.

O setor de smartphones da China, há muito estagnado, foi especialmente atingido pela recessão, com os embarques de unidades caindo 10% ano a ano no segundo trimestre, segundo a empresa de pesquisa Canalys.

fechar história



Source link

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.