Revistas científicas fazem editoriais contra reeleição de Trump

Revistas científicas fazem editoriais contra reeleição de Trump

Nos ltimos meses, algumas das principais revistas cientficas do mundo fizeram editoriais mostrando apreenso com uma eventual reeleio do atual presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e dando apoio a candidatura do rival, democrata, Joe Biden.

Em um movimento que no tpico de revistas cientficas, elas tratam a reeleio de Trump como um retrocesso na cincia e um agravamento na crise sanitria que vive o pas e o mundo devido pandemia do novo coronavrus.

“Por que os Estados Unidos lidaram com essa pandemia to mal? Falhamos em quase todas as etapas. Recebemos um amplo alerta, mas, quando a doena apareceu pela primeira vez, no fomos capazes de testar com eficcia e no pudemos fornecer nem mesmo equipamentos de proteo individual aos profissionais de sade”, escreveu os editores do The New England Journal of Medicine, comentando que Trump poderia ter feito mais para conter o surto.

J a revista Scientific American, que existe desde 1845, afirmou que precisou romper com a neutralidade de 175 anos e falar pela cincia nesta eleio presidencial.

Sob o ttulo “Scientific American endossa a candidatura de Joe Biden”, a publicao diz que Donald mentiu sobre a ameaa que a Covid-19, dizendo ser uma gripe, e isso encorajou que muitas pessoas tivessem comportamento de riscos, promovendo uma ainda maior transmisso do vrus. “ hora de tirar Trump e eleger Biden, que tem um histrico de acompanhar os dados e ser guiado pela cincia”, conclui o texto.

Outra revista cientfica que mostrou apoio a Joe Biden foi a britnica Nature, que falou que Trump tem desprezo pela cincia. “No podemos ficar parados e deixar a cincia ser prejudicada. A confiana de Joe Biden na verdade, nas evidncias, na cincia e na democracia fazem dele a nica escolha nas eleies dos EUA”.

ReproduRevistas cientficas se destacam por publicar artigos de pesquisadores e promover o progresso da cincia. Foto: Unicamp

Segundo o historiador e professor da Universidade de Harvard, Alex Csiszar, esse movimento dos peridicos cientficos rompe com um padro ficcional que j vigora h sculos na rea e defende uma diviso entre a cincia e a poltica.

Conforme explica, isso algo relativamente novo, pois, anteriormente, as publicaes com foco em Cincia e Medicina j mostravam suas preferncias polticas, geralmente ligadas a governos que financiavam novas tecnologias.

“A presuno de que a literatura cientfica pode ser um bastio de objetividade e de que pode manter a verdade cientfica distante da poltica no permanente nem realista; e se estiver em declnio, talvez seja melhor assim”, conclui Csiszar.

Fonte: Wired

GarotoProdigio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *