Tardígrados também são resistentes à radiação ultravioleta, diz estudo

Tardígrados também são resistentes à radiação ultravioleta, diz estudo

De acordo com um estudo publicado na Biology Letters nesta semana, tardgrados possuem a capacidade de sobreviver doses letais de radiao ultravioleta. A descoberta s refora a suspeita de que o animal microscpico seja indestrutvel, considerando sua persistncia s altas temperaturas, presses e vcuos sem ar no espao. A espcie est entre as mais resistentes do mundo.

Em um novo estudo desenvolvido por cientistas do Instituto Indiano de Cincia, o processo detalhado em tardgrados do gnero Paramacrobiotus, pertencente classeEutardigrada. Vale lembrar que a capacidade de sobrevivncia da espcie frente radiao j havia sido observada antes em outras pesquisas, mas a ao descoberta pelos pesquisadores indianos mostra um mecanismo biolgico diferente para tal.

Reprodu

Alm de apresentar resistncia em vrios outros ambientes, os tardgrados tambm persistem na radiao ultravioleta. Crditos: 3Dstock/Shutterstock

O experimento seguiu da seguinte forma: a equipe isolouo animal a partir de uma amostra de musgo que estava crescendo em uma parede de concreto. Em testes posteriores, os cientistas subterram os tardgrados radiao ultravioleta emitida por umalmpada germicida, que normalmente utilizada usada para fins de esterilizao, matando organismos como bactrias.

O resultado foi o extremo brilho demonstrado pelo animal, que apresentou uma fluorescncia natural chamadaautofluorescncia. O aspecto tambm pode ser observado em papagaios, camalees e sapos, embora seu propsito permanea enigmtico.

“O significado funcional desse fenmeno no claro, embora a sinalizao visual para parceiros potenciais tenha sido atribuda aos papagaios”,explicamos pesquisadores, liderados pelo primeiro autor e bioqumico Harikumar Suma.

No entanto, o gnero Paramacrobiotus foi capaz de permanecer uma hora sob a radiao ultravioleta e ainda resistir aos danos causados por ela, o que no ocorre com outras espcies de animais.

Testes com espcie rival

Para realmente comprovar o poder dos seres conhecidos como ursos d’gua, os estudiosos tambm fizeram os experimentos com uma espcie rival, aHypsibius Exemplaris,e alguns outros vermes vizinhos que no tiveram a mesma sorte de sobrevivncia sob a radiao.

Reprodu

Mesmo quando exposta radiao ultravioleta, espcie sobreviveu. Crditos: 3Dstock/Shutterstock

Segundo os cientistas, a fluorescncia exatamente o que torna os tardgrados resistentes propagao de energia. Isto porque a equipe extraiu parte do produto qumico da espcie e cobriu o H. Exemplaris. Quando mergulhado no extrato brilhante, o animal apresentou mais tolerncia do que antes.

“Isso fornece a demonstrao experimental direta da fotoproteo por fluorescncia”,concluram no estudo. “O composto fluorescente forma um ‘escudo’ contra a radiao ultravioleta protegendo esses tardgrados de seus efeitos letais. Especulamos que acepa deParamacrobiotusBLR provavelmente desenvolveu esse mecanismo de fluorescncia para conter a alta radiao ultravioleta do sul tropical da ndia (o ndice de UV pode chegar at 10)”, finalizaram.

Via: Science Alert

GarotoProdigio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *